Este é seu 1º acesso?, clique aqui
Esqueci minha senha
 
Fundação & Trajetória

Fundada por servidores idealistas, tendo à frente Pinheiro Júnior, o seu primeiro presidente, a União dos Servidores Públicos do Estado de São Paulo nasceu originariamente com a denominação de Associação dos Funcionários Extranumerários do Estado de São Paulo em 22 de julho de 1943, data de sua criação, o objetivo era a efetivação dessa categoria de servidores que, em número de aproximadamente 30.000 (trinta mil), não gozavam de estabilidade funcional, nem das vantagens concedidas aos seus colegas efetivos.

Efetivação
Após campanha memorável, que levou às portas do Palácio dos "Campos Elíseos" quase a totalidade daqueles servidores, o Governo Macedo Soares, sentindo o justo apelo da classe, determinou a efetivação de todos os extranumerários, fato que determinou a mudança da denominação da entidade para União dos Servidores Públicos do Estado de São Paulo.

Campanhas:


De 1943 aos dias atuais, a entidade vem se destacando na participação de campanhas notáveis, devendo-se registrar as lutas reivindicatórias cujo empenho do saudoso Deputado Pinheiro Júnior na Assembléia Legislativa, na defesa do funcionalismo em geral, resultou em importantes e consagrados institutos que serviram de modelo para posterior adoção nos demais Estados da Federação.

Só para se ter uma idéia das conquistas dos 35 (trinta e cinco) anos na gestão de Pinheiro Júnior, destacamos alguns benefícios, tais como: adicional por tempo de serviço; sexta parte; salário família; licença prêmio; pensão mensal vitalícia; pensão às viúvas de ex-integrantes da Polícia Militar; reclassificação de diversas categorias funcionais; incorporação do R.D.E.; a adoção do 13º salário (trabalho defendido ardorosamente na Assembléia Legislativa por Pinheiro Júnior); a campanha da contagem recíproca para efeito de aposentadoria; a defesa dos temporários que deu origem ao Estatuto dos Servidores Temporários - (Lei 500 de 1974) e trabalhos aprovados para redução do tempo de aposentadoria para professores e muitos outros.


Campo Assistencial

Ao lado de vitoriosas campanhas para mais benefícios à classe do funcionalismo público, a USPESP se dedica ao campo assistencial, social e recreativo. A USPESP mantém convênios com médicos, clínicas especializadas, óticas, laboratórios de análises clínicas, em toda área da Capital, bem como sub-sedes do Interior.

Campo Recreativo

No campo recreativo a entidade construiu sua 1º Colônia de Férias no Município de Praia Grande, inaugurada em 1953 pelo saudoso Governador Lucas Nogueira Garcez, que nos deu a honra de ser nosso associado. Posteriormente, em 1982, foi inaugurada a Colônia da Estância de Socorro. Em 1996, num projeto arrojado, cuja construção durou 2 (dois) anos, foi inaugurada a Colônia de Férias da Estância de Águas de São Pedro. Logo após, em setembro de 1998, a USPESP adquiriu em Campos do Jordão, o antigo Hotel Jardim do Embaixador. Deve se destacar que todos esses empreendimentos foram conquistados com recursos próprios, oriundos unicamente da mensalidade social, sem cobrança de qualquer taxa extra. Do mesmo modo foi construída a Colônia de Férias de Águas de Lindóia, inaugurada em setembro de 2012.

Nossa Sede:

Em sua brilhante trajetória, da modesta sala alugada na rua José Bonifácio, a USPESP ficou durante décadas, até ser desapropriada pela Prefeitura de São Paulo em 2010 em sua sede própria, no 9º andar do histórico Prédio Martinelli, em cujas dependências foram implantados os seus serviços administrativos. Para chegar a tal ponto, foram necessários o esforço desinteressado e o espírito classista de abnegados colaboradores, devendo-se registrar os órgãos diretivos da entidade, os Conselhos Deliberativo e Fiscal, as Representações do Interior, a Diretoria, bem como a indispensável confiança depositada pelos componentes do seu quadro social, ao longo desses anos, que, em última análise, foram e são o sustentáculo da existência da entidade. Hoje a USPESP encontra-se instalada, em sua sede própria, na Avenida São João, 313 - 4º andar.